3 Aspetos Práticos para Ampliar sua Consciência em Tempos Nebulosos

Não sei vocês, mas essa situação (política, de divergências, de medos, de fake news, de incertezas, de fanatismos, de valores invertidos…) está mexendo bastante comigo. Isso sem contar, no meu caso, que o ano não tem sido nada fácil (o desencarne da minha irmã – uma das coisas mais doídas que já vivi na vida, as tomadas de decisão com a Motivo, muitas mudanças…). Coisas boas e ruins têm se misturado e me levado a picos de entusiasmo e melancolia. Meu corpo sentiu o baque e refletiu através de uma crise repentina de labirintite e uma cirurgia às pressas de apendicite, que me fez parar TUDO, mesmo tendo um monte de compromissos, um lançamento de um novo curso, ensaios para ministrar, aulas e mentorias para dar, audições…

Comecei um processo de tentar encontrar em mim soluções e respostas que me fizessem sair dessa montanha-russa. Uma delas foi me isentar de boa parte das discussões nas redes pra preservar minha saúde. Não estou com estômago (LITERALMENTE hahaha) e nem emocionalmente disposto a entrar em qualquer tipo de conflito, participando SOMENTE no modo privado com alguns amigos mais próximos e da minha total confiança.

E nessa andança de encontrar em mim soluções para lidar “da melhor maneira possível” com essa inevitável atmosfera louca, cheguei a 3 excelentes passagens, cada uma em um livro diferente, e criei pra mim um manual da consciência (ou de sobrevivência para tempos nebulosos). Vou compartilhar cada uma dessas ideias por aqui e espero que, de alguma forma, ela possa também te ajudar a lidar com esse turbilhão.

Essa primeira parte do manual eu roubei do livro UM NOVO MUNDO do Eckhart Tolle (já recomendei algumas vezes ele por aqui). Neste livro, ele ensina 3 aspectos para ampliar a consciência ao momento presente e para nos aliviar das tensões causadas pelo nosso ego e pelas interferências externas. São 3 templates de respostas que você pode dar para situações diversas (e/ou divergentes):

MANUAL DA CONSCIÊNCIA (OU MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA PARA TEMPOS NEBULOSOS)

1⃣ “É MESMO?” – Quando você dá essa resposta a algo ou a alguém, você está proporcionando pra si um estado de “não-resistência interior” aos acontecimentos. Ou seja, você elimina qualquer tentativa de “mudar o que é”, ou de “mudar o que pensam”. Use sempre essa resposta quando perceber que suas boas intenções (de trazer clareza a alguém, por exemplo) será em vão. Você não tem ingerência de mudar o que não lhe compete. A única coisa que lhe compete é mudar você mesmo (e ser, por consequência, exemplo da própria mudança).

2⃣ “TALVEZ…” – Quando você expressa essa resposta a algo ou a alguém, você está ilustrando a sabedoria do não-julgamento. Seja a situação calamitosa ou extasiante. Nenhum dos dois extremos são sadios. Tipo: “Nossa! Ainda bem que você chegou a tempo no hospital antes de supurar a apendicite!” – “Talvez…” ou “Esse país tá uma bosta. As pessoas estão loucas!” – “Talvez…”. hahaha!!! Confesso que essa resposta ainda é a mais desafiadora pra mim. Ainda me envolvo demais com os acontecimentos. Mas aos poucos percebo o quão libertador é não julgar.

3⃣ “ISSO TAMBÉM PASSARÁ” – Quando você expressa essa afirmação a algo ou a alguém, você está destacando a transitoriedade das coisas. Você vai se desapegando dos acontecimentos, que são sempre efêmeros. Os acontecimentos – sejam eles bons ou maus – vão passar. Tente fazer isso nesse momento: olhe para toda essa balbúrdia e fale alto: “ISSO TAMBÉM VAI PASSAR!”. Você pode não perceber no começo (e pode se achar ridículo ou cético), mas aos poucos uma paz interior vai tomando seus pensamentos. Repita quantas vezes forem necessárias. Faça isso também com suas grandes conquistas para trabalhar o desapago, porque até as grandes alegrias também passarão.

Para essa terceira, vale aqui uma nota do autor: “O desapego não nos impede de desfrutar as coisas boas que o mundo tem a oferecer. Na verdade, passamos a usufruí-las muito mais. Depois que compreendemos e aceitamos a impermanência de tudo o que existe e a inevitabilidade da mudança, conseguimos aproveitar os prazeres enquanto eles duram, mas agora livres do medo da perda e da ansiedade quanto ao futuro”.

Então esses são os 3 primeiros aspectos deste manual: A NÃO-RESISTÊNCIA (é mesmo?) + O NÃO-JULGAMENTO (talvez…) + O DESAPEGO (ISSO TAMBÉM PASSARÁ). Que você consiga desenvolver ao máximo essas 3 coisas, principalmente nesta próxima semana em que nosso país estará a 45ºC de febre. Preserve sua sanidade para que dia 28 seja acalorado de muito discernimento e consciência.

COMPARTILHE OU MARQUE AQUI EMBAIXO PESSOAS QUE SE BENEFICIARÃO DESSE MANUAL!!! VAMOS ESPALHAR CONSCIÊNCIA!!! SÓ ASSIM TEREMOS UM NOVO MUNDO!