Saiba como ganhar coragem para mudar de profissão!

 

“E se tudo der errado e eu perder o que já tenho?”

“Se eu ficar sem dinheiro, fracassar e ter que recomeçar do zero?”

Isso pode te levar a adiar cada vez esse sonho e a falta de incentivo da família ou o medo do que os outros vão falar também acabam se transformando em empecilhos, né?

Essa não é mesmo tarefa fácil, e pode até ser uma das coisas mais desafiadoras que você vai fazer na vida. Por isso, separei algumas dicas para você se preparar e transformar sua carreira de forma mais segura e tranquila. Vem comigo?

Revendo meus valores

Existem basicamente dois tipos de profissionais: aquele que passa anos na mesma empresa buscando segurança e estabilidade, e o outro, que sempre procura desafios e não vê problemas em mudar constantemente.

Se você é do tipo mais conservador, saiba que não há nada de errado nisso, ok? Mas, é bom saber quais são as características que fazem outros profissionais serem mais destemidos. Ousadia, dinamismo e prazer por adrenalina, nas doses certas, podem ser verdadeiras cartas na manga.

Aprendendo com quem já saiu da caixa

“Já entendi que um dos meus medos é fracassar. E agora?” Que tal procurar inspiração em quem já fez a transição e conseguiu se dar bem? Na internet mesmo existem muitos exemplos de pessoas que transformaram suas vidas quando começaram algo que gostavam de fazer e podem ser uma boa para você se inspirar.

E nem é preciso ir tão longe assim. Entre familiares e amigos — ou amigos de amigos — não é muito difícil encontrar um bancário que se tornou advogado, ou uma secretária que abriu o próprio negócio, por exemplo. Busque estar perto e aprender com aqueles que já deram esse passo.

Construindo coragem para mudar de profissão

Não ter pressa e subir um degrau de cada vez! Ainda que você não goste de correr riscos, ter bom senso é indispensável nessa caminhada. Você deve então definir os passos necessários para fazer a mudança que deseja e não se esquecer de comemorar cada etapa vencida.

Uma boa alternativa é começar sua nova atividade enquanto ainda está no emprego. Assim, você poderá confirmar se é isso que realmente quer e observar quais as chances de ganhos reais e os desafios que enfrentará.

Outra dica importante é poupar, e quando digo isso, quero dizer no mínimo seis vezes o seu ganho mensal para uma reserva de emergência. “Ah, sim! Eu tenho o dom da economia e posso guardar até mais: 10 ou 20 vezes o meu salário.” Melhor ainda!

Deixe o seu dinheiro aplicado em algum fundo de investimento ou no Tesouro Direto — que são aplicações mais seguras — para que se sinta seguro em sua decisão.

Despertando minhas habilidades

“O que me motiva a continuar essa jornada?” Observe-se um pouco mais. Aposto que você deixou muitos talentos morrerem correndo atrás de uma carreira convencional e de ganhos previsíveis. E saiba que você não está só: muitos pintores ou escritores estão escondidos atrás de mesas de escritório e gravatas.

Para se sentir consciente do seu propósito de carreira, considere seriamente retomar as paixões da juventude, aquelas que alguém te disse que eram sonhos impossíveis, sabe? É aí que estão as verdadeiras aptidões e talentos que te farão dar certo na transição. 

Viu como não é tão difícil mudar? Basta criar coragem para mudar de profissão de maneira segura e com a autoconfiança lá em cima.

E se essa e outras decisões estão fritando a sua cabeça, aproveite para ver 4 dicas de como lidar com o estresse e a pressão do dia a dia.

Encontro você por lá, hein?